E não entres em juízo com o teu servo, porque à tua vista não se achará justo nenhum vivente.

Salmo 143:2