1

E finalmente o anjo mostrou-me o rio da água da vida, limpa e cristalina, que vinha do trono de Deus e do Cordeiro,

2

e que fluía pelo meio da rua principal da cidade. De cada lado do rio crescia a árvore da vida, que produz doze variedades de frutos, um em cada mês do ano; as suas folhas são utilizadas para curar as nações.

3

Ali não haverá mais maldição porque o trono de Deus e o do Cordeiro ali estarão. Os seus servos o adorarão,

4

e verão directamente o seu rosto. Terão gravado nas testas o nome de Deus.

5

Ali nunca mais haverá noite; e assim não serão precisos candeeiros. E tão-pouco o Sol é necessário, porque o Senhor Deus é a sua luz. E eles reinarão com o seu Deus, para sempre.

6

O anjo disse-me: Estas palavras são inteiramente dignas de confiança e verdadeiras. Deus, o Senhor, que inspirou os homens santos que falaram em seu nome, foi quem enviou agora o seu anjo para mostrar, a todos aqueles que põem as suas vidas ao seu serviço, as coisas que hão-de acontecer brevemente.

7

Atenção, porque o meu regresso está próximo! Feliz é aquele que guarda no coração as palavras deste livro.

8

Eu, João, sou aquele que vi e ouvi todas estas coisas. E quando as vi e ouvi, lancei-me por terra para adorar o anjo que me tinha mostrado tudo aquilo.

9

Mas ele impediu-me: Não, não faças tal coisa! Porque eu sou teu companheiro de serviço, assim como dos teus irmãos, os que pregam em nome do Senhor, e de todos os que aceitam o que está revelado neste livro. Só Deus deves adorar.

10

Não mantenhas em segredo as revelações que acabaste de pôr por escrito, mandou-me ele. Porque já está próximo o tempo em que elas se vão cumprir.

11

Quem pratica o pecado que continue a praticá-lo. Quem é mau que continue a sê-lo. Quem é justo continue a ser justo. Quem é santo que se torne ainda mais santo.

12

Eu virei em breve, trazendo a recompensa que cada um merece de acordo com as suas obras

13

Eu sou o A e o Z, o primeiro e o último, a origem e o fim de tudo.

14

Felizes são todos os que lavam as suas roupas, para que tenham direito de entrar na cidade pelas portas e de comer do fruto da árvore da vida.

15

Mas ficarão de fora os cães (os impuros e inimigos de Deus), assim como os que se dedicam à feitiçaria e ao ocultismo, e os que praticam imoralidade sexual, e os assassinos, e os que praticam idolatria, e todos os que mentem e amam a mentira.

16

Eu, Jesus, enviei o meu anjo para vos revelar todas estas coisas, destinadas às igrejas. Eu constituo a própria raiz e o descendente de David! Eu sou a radiosa estrela da manhã!

17

O Espírito Santo e a esposa dizem: Vem! E quem ouvir este apelo diga também: Vem! Quem tem sede, que se aproxime; que todo aquele que quiser beba de graça da água da vida.

18

Eu declaro solenemente a todo aquele que ouvir as palavras deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus o castigará com as pragas que nele estão escritas

19

E se alguém tirar, seja o que for, às palavras proféticas deste livro, Deus lhe retirará a sua participação na árvore da vida, e na cidade santa, que estão descritas neste livro.

20

Aquele que revelou estas coisas afirma: Sim, em breve voltarei!Que assim seja! Pois vem, Senhor Jesus!

21

Que Jesus Cristo, o Senhor, vos conceda a todos a sua graça. Amém.