1

Entretanto, a certa altura, reparou e viu à distância Esaú que se aproximava acompanhado dos seus quatrocentos homens. Dispôs então a família numa coluna de forma a ficarem à cabeça as duas criadas das suas mulheres com os filhos; a seguir Leia e os filhos e por fim Raquel e o filho José.

2

Depois Jacob foi para a frente e quando o irmão chegou inclinou-se numa profunda vénia sete vezes. Esaú correu ao seu encontro e abraçou-o afectuosamente, beijando-o, e ambos choraram de emoção!

3

Esaú observou as mulheres com os filhos e perguntou quem eram. São os filhos que Deus, na sua bondade, me deu!

4

Nesse momento as duas criadas aproximaram-se com os filhos e inclinaram-se numa vénia. A seguir veio Leia também com os filhos e fez o mesmo. Por fim foi a vez de Raquel, com José, virem igualmente cumprimentá-lo.

5

E para que foi que enviaste à frente todos aqueles grupos de animais e de gente que encontrei? Eram presentes meus, com o fim de ganhar a tua benevolência!

6

Mas, irmão, eu tenho abundância disso tudo! Guarda para ti essas riquezas que te pertencem!

7

Não! Peço-te que aceites tudo!, insistiu, porque para mim foi um grande alívio ver a forma amigável como me recebeste. No fundo eu apreendia tanto este encontro contigo como se tivesse de ir à própria presença de Deus! Por isso te peço que aceites este presente. Deus tem sido muito generoso para comigo e tenho em abundância de tudo. Finalmente Esaú aceitou.

8

Bom, então ponhamo-nos a caminho, disse Esaú. Os meus homens e eu próprio vos faremos companhia.

9

Mas Jacob replicou: Como podes ver, alguns dos meus filhos ainda são pequeninos. Aliás os rebanhos também têm as crias. Se formos um pouco mais depressa, cansar-se-ão e podem morrer. Assim é melhor que vás à frente, e nós vamos indo conforme podemos até que nos encontramos todos de novo em Seir.

10

Pois bem, vou deixar-te, em todo o caso, alguns dos meus homens contigo, para que te ajudem e te protejam.Não, teimou Jacob, tudo nos há-de correr bem. A questão é que estejamos em paz os dois.

11

E partiu Esaú nessa mesma altura para Seir.

12

Entretanto Jacob, com toda a sua gente, foi para Sucote, e aí levantou um acampamento, fazendo cabanas para o gado. (Por isso mesmo o lugar chama-se Sucote .)

13

Enfim chegaram em perfeita segurança a Siquem, na terra de Canaã, acampando junto à cidade. (Comprou a terra em que levantou o acampamento à família de Hamor, o pai de Siquem, pela quantia de 100 moedas de prata.)

14

Depois erigiu naquele mesmo sítio um altar a que chamou o Altar do Deus de Israel.