1

Cada um procura enganar o seu próximo. São lisonjeiros e falam sem sinceridade.

2

Mas o Senhor castigará os que falam com adulação e altivamente,e que dizem: Continuarei a falar como me apetece.

3

A boca é minha. Que tenho eu a ver com Deus?.

4

E o Senhor responde: Eu me levantarei para defender os pobres da opressão,para fazer calar os gemidos dos infelizes. Darei salvação aos que suspiram por ela.

5

Tu guardarás para sempre os que são teus, Senhor,fora do alcance da influência desta geração má,

6

na qual a gente perversa aparece por toda a parte, e os seus filhos mais depravadoschegam a ser os mais admirados e louvados.