1

Senhor, disse eu, livra-me da acção dos mentirosos, dos que só sabem abrir a boca para enganar.

2

Porque, na verdade, qual é o fruto da língua mentirosa?

3

Ela ataca e fere como punhais, destrói como um fogo intenso.

4

Sinto-me muito infeliz habitando e vivendo com esta gente má.

5

Estou realmente cansado de viver com pessoas como estas, que no fundo detestam a paz.

6

Porque eu quero a paz, e por mais que fale a favor dela, eles sempre procuram guerra!