1

Examina-me, Senhor,e vê que é assim mesmo, observa bem o meu íntimo, os meus sentimentos.

2

Porque penso muito na tua bondade; a tua verdade é a lei da minha vida.

3

Não tenho convívio com gente falsa nem com hipócritas.

4

Detesto os ajuntamentos de malfeitores; não me chego aos que te desprezam.

5

Lavo as mãos, em sinal da minha inocência,e também para poder prestar-te culto diante do teu altar;

6

para poder cantar publicamente louvores,contando assim as tuas maravilhas.

7

Senhor, eu amo a tua morada,esse lugar santo onde está o brilho da tua presença.

8

Quanto a mim procuro andar com rectidão e pureza,e livra-me, tem piedade de mim.

9

Os meus pés andam num caminho seguro. Louvarei o Senhor publicamente.