1

Ó Deus de Sião, nós esperamos diante de ti, enquanto te louvamos, e assim cumprimos as nossas solenes promessas.

2

Visto que respondes às orações, toda a humanidade virá a ti com os seus pedidos.

3

Embora os meus pecados pesem muito em meu desfavor contudo perdoas todas as transgressões.

4

Ele formou as montanhas, pela sua poderosa força.

5

Acalma os oceanos em fúria, e a violência das suas vagas. Domina a agitação dos povos.

6

Os que habitam mesmo nos sítios mais afastados da Terra ficarão pasmados com os teus actos gloriosos. Tanto o nascer como o pôr do Sol serão momentos de alegria para todos.

7

Tu regas a terra para a fazer fértil. Os rios de Deus nunca secam! Preparas a terra do teu povo enviando-lhe ricas colheitas de cereais.

8

Regas os seus sulcos com chuvas abundantes e regulares. Os aguaceiros amolecem o terreno, dissolvem os torrões, fazendo as sementes brotarem da terra.

9

Os campos cobrem-se de grandes rebanhos, e os vales de cereais. Por tudo isso o mundo canta de alegria.