1

O meu coração está resoluto, ó Deus; Cantarei, sim cantarei louvores, até com a minha glória.

2

Despertai, saltério e harpa; Eu farei acordar a aurora.

3

Dar-te-ei graças entre os povos, Jeová; Cantarei louvores a ti entre as nações.

4

Pois grande acima dos céus é a tua benignidade, E a tua verdade chega até as nuvens.

5

Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; E seja a tua glória acima de toda a terra,

6

Para que sejam livres os teus amados, Salva com a tua destra, e responde-me.

7

Deus falou na sua santidade: Exultarei, Dividirei a Siquém e medirei o vale de Sucote.

8

Meu é Gileade e meu é Manassés; Também Efraim é a defesa da minha cabeça, Judá é o meu cetro.

9

Moabe é o meu vaso de lavar, A Edom atirarei o meu sapato, Sobre a Filístia jubilarei.

10

Quem me introduzirá na cidade fortificada? Quem me levará até Edom?

11

Não nos rejeitaste, ó Deus? Não sais, ó Deus, com os nossos exércitos.

12

Dá-nos auxílio contra o adversário, Pois vão é o socorro da parte do homem.

13

Em Deus faremos proezas, Porque é ele quem calcará aos pés os nossos adversários.