1

Amo a Jeová, porque ele ouve A minha voz e as minhas súplicas.

2

Porque inclinou para mim o seu ouvido, Invocá-lo-ei enquanto viver.

3

Cercaram-me os laços da morte, E as angústias de Cheol se apoderaram de mim; Caí na tribulação e tristeza.

4

Então invoquei o nome de Jeová; Ó Jeová, livra, eu te rogo, a minha alma.

5

Compassivo e justo é Jeová; Misericordioso é o nosso Deus.

6

Jeová preserva os simples; Achava-me abatido, e ele me salvou.

7

Volta, minha alma, ao teu repouso, Porque Jeová tem sido liberal para contigo.

8

Pois livraste da morte a minha alma, Das lágrimas os meus olhos, Da queda os meus pés.

9

Andarei na presença de Jeová, Na terra dos viventes.

10

Creio, por isso devo falar; Eu estive sobremaneira aflito.

11

Eu disse em meu sobressalto: Todos os homens são mentirosos.

12

Que darei a Jeová Por todos os seus benefícios para comigo?

13

Tomarei o cálice da salvação, E invocarei o nome de Jeová.

14

Pagarei a Jeová os meus votos, Na presença de todo o seu povo.

15

Preciosa é aos olhos de Jeová A morte dos seus santos.

16

Ó Jeová, deveras sou eu teu servo, Eu sou o teu servo, filho da tua serva: Soltaste as minhas cadeias.

17

Oferecer-te-ei sacrifícios de ação de graças, E invocarei o nome de Jeová.

18

Pagarei a Jeová os meus votos, Na presença de todo o seu povo,

19

Nos átrios da casa de Jeová, No meio de ti, ó Jerusalém. Louvai a Jeová.