1

Louvai a Jeová. Bom é cantar louvores a nosso Deus, Pois é agradável, decoroso é o louvor.

2

Jeová edifica a Jerusalém, Congrega os dispersos de Israel.

3

Ele sara os quebrantados de coração, E ata-lhes as feridas.

4

Conta o número das estrelas, E a todas elas dá nome.

5

Grande é o nosso Senhor, e mui poderoso, O seu entendimento é infinito.

6

Jeová ampara os humildes; Dá em terra com os perversos.

7

Cantai a Jeová com ação de graças, Com a harpa cantai louvores a nosso Deus,

8

Que cobre de nuvens o céu, Que prepara a chuva para a terra, Que faz brotar nos montes a erva.

9

Ao gado dá o alimento, E aos filhos dos corvos que clamam.

10

Não se compraz na força do cavalo, Nem se deleita nas pernas do homem.

11

Jeová deleita-se nos que o temem, Nos que esperam na sua benignidade.

12

Louva, Jerusalém, a Jeová; Louva, Sião, ao teu Deus.

13

Pois ele fortaleceu as trancas das tuas portas; Abençoou os teus filhos dentro de ti.

14

Ele é quem põe em paz os teus termos, Quem te farta de flor de farinha de trigo,

15

Quem sobre a terra envia o seu mandado; A sua palavra corre mui velozmente.

16

Ele dá a neve como lã, E espalha a geada como cinza.

17

Ele arroja o seu gelo em migalhas: Quem pode resistir ao seu frio?

18

Ele envia a sua palavra, e os derrete; Faz soprar o seu vento e as águas correm.

19

Ele manifesta a sua palavra a Jacó, E os seus estatutos e os seus juízos a Israel.

20

Ele não tem procedido assim com nação alguma; E quanto aos seus juízos, elas não os conhecem. Louvai a Jeová.