1

Julga-me, Jeová, porque eu tenho andado na minha integridade; Em Jeová tenho confiado sem vacilar.

2

Examina-me, Jeová, e experimenta-me; Põe à prova os meus rins e o meu coração.

3

Pois a tua benignidade está diante dos meus olhos; E tenho andado na tua verdade.

4

Não me tenho sentado com homens falsos, Nem terei relações com dissimuladores.

5

Odeio o ajuntamento do mal-fazejos, E com iníquos não me sentarei.

6

Em inocência lavarei as minhas mãos; Assim, Jeová, me acercarei do teu altar,

7

Para fazer ouvir-se a voz de ação de graças, E narrar todas as tuas maravilhas.

8

Amo, Jeová, a habitação da tua casa, E o lugar onde assiste a tua glória.

9

Não leves a minha alma juntamente com os pecadores, Nem a minha vida com os sanguinários,

10

Em cujas mãos há crimes; E cuja direita está cheia de peitas.

11

Quanto a mim, porém, andarei na minha integridade; Resgata-me, e compadece-te de mim.

12

O meu pé está firme em terreno plano: Nas congregações bendirei a Jeová.