1

Feliz é aquele que atende ao fraco; Jeová o livrará no dia do mal.

2

Jeová o guardará, lhe conservará a vida e far-lhe-á feliz na terra: Não o entregarás à vontade dos seus inimigos.

3

Jeová o sustentará no leito da enfermidade: Tu lhe amaciarás a cama na sua doença.

4

Disse eu da minha parte: Jeová, compadece-te de mim; Sara a minha alma, porque pequei contra ti.

5

Falam mal contra mim os meus inimigos, dizendo: Quando morrerá e perecerá o seu nome?

6

Se algum deles vem visitar-me, diz falsidades; O seu coração prepara-se para maldizer; Saindo ele para fora, fala.

7

À uma segredam contra mim todos os que me odeiam; Contra mim imaginam males, dizendo:

8

Alguma coisa ruim se lhe apega; E agora que está de cama, não se levantará mais.

9

Até o meu amigo íntimo em quem confiava, Que comia o meu pão, Levantou contra mim o seu calcanhar.

10

Tu, porém, Jeová, compadece-te de mim, e levanta-me, Para que eu lhes retribua.

11

Por isso conheço que tu te deleitas em mim, Por não triunfar de mim o meu inimigo.

12

Quanto a mim, tu me sustens na minha integridade, E me colocas diante da tua face para sempre.

13

Bendito seja Jeová, Deus de Israel, Desde a eternidade até a eternidade. Amém e Amém.