1

Conhecido é Deus em Judá, Em Israel grande é o seu nome.

2

Em Salém é o seu tabernáculo, E a sua morada em Sião.

3

Ali quebrou ele as setas do arco, O escudo, a espada, e a batalha. (Selá)

4

Ilustre és tu, majestoso, vindo do monte de presa.

5

Despojados são os corajosos de coração, caíram no seu último sono; E nenhum dos valentes pode defender-se.

6

À tua repreensão, ó Deus de Jacó, Tanto carros como cavalos são lançados num profundo sono.

7

Tu, sim tu és para ser temido; E quem te pode resistir uma vez que te irares?

8

Lá do céu fizeste ouvir a tua sentença; Temeu a terra e ficou imóvel,

9

Ao levantar-se Deus para julgar, Para salvar todos os mansos da terra. (Selá)

10

Na verdade a ira do homem redundará em teu louvor; Da ira restante tu te cingirás.

11

Fazei votos, e pagai-os a Jeová vosso Deus; Todos os que o rodeiam, tragam presentes àquele que deve ser temido.

12

Ele quebrantará o espírito dos príncipes, É formidável aos reis da terra. misericórdia de Deus